Jornal Folha da Cidade 294
Acesse Nossa
Edição Online
Clique na capa para abrir a versão Flip Clique aqui para abrir a versão PDF
Ínicio / Notícias / Lissauer propõe expansão do Pacto Global da ONU para todas as Assembleias Legislativas do país

Lissauer propõe expansão do Pacto Global da ONU para todas as Assembleias Legislativas do país

Pioneira na adesão do projeto no Brasil, a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) pretende expandir o programa para os 27 estados brasileiros. Proposta foi apresentada durante reunião com a presidente da Unale, deputada Ivana Bastos

Pautado pelo compromisso sustentável e buscando desenvolver uma gestão inovadora, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), recebeu no início da noite de quinta-feira, 25, a presidente da União dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), deputada Ivana Bastos (PSD-BA), juntamente com o diretor-geral da entidade, Fabiano Geremia, para discutir a proposta de expansão do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) para as demais Casas de Leis do País. O projeto, do qual o Legislativo goiano é signatário desde o mês de dezembro do ano passado, é a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo e abrange cerca de 160 países. 

À frente do Colegiado de Presidentes das Assembleias Legislativas do Brasil, o chefe do Poder Legislativo ressaltou a importância de expandir o Pacto Global para as outras Casas Legislativas do país, fortalecendo, assim, as ações voltadas para a sustentabilidade nas diversas esferas da sociedade. Segundo ele, a proposta, viabilizada pela Alego, obteve boa aceitação junto à diretoria da Unale e um termo de cooperação mútua deve ser apresentado em breve aos demais 27 parlamentos estaduais. 

“A Assembleia Legislativa de Goiás sempre tem tentado buscar pautas positivas que beneficiem a nossa sociedade, principalmente no tange à transparência e aos serviços públicos. Como membro da Unale e presidente do Colegiado de Presidentes das Assembleias Legislativas do Brasil, eu não poderia deixar de levar até a presidente Ivana essa proposta, que foi muito bem acolhida por ela e pela diretoria da entidade. Então nós faremos um termo de cooperação e apresentaremos para todas as Casas de Leis do país” explicou Lissauer. 

Por sua vez, a presidente da Unale destacou a relevância do tema e a contribuição do Parlamento goiano com as pautas pertinentes à sustentabilidade. “Quero parabenizar a Alego por estar sempre inovando e saindo na frente. Acredito muito na união de forças e o que é bom a gente precisa copiar. A proposta que foi feita aqui hoje pelo presidente Lissauer é extremamente importante e nós vamos levar essa ideia para as outras Assembleias do Brasil, começando um trabalho junto a elas e difundindo essa pauta em todos os estados”, afirmou.  

Também presente no encontro, o diretor de operações do Pacto Global Brasil, Marcelo Linguitte, salientou a necessidade do envolvimento dos Legislativos estaduais nas questões voltadas para o desenvolvimento sustentável em todos os âmbitos sociais. “A gente acredita muito no envolvimento das Assembleias Legislativas porque elas têm a capacidade de criar um ambiente mais saudável e mais aberto no sentido de preservação do meio ambiente e de inclusão social através de suas leis. Então a gente vê com muita satisfação essa proposta da Alego apresentada aqui hoje pelo deputado Lissauer”, ressaltou. 

Participaram ainda da audiência o deputado estadual Coronel Adailton (Progressistas) e o ex-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO), engenheiro Francisco Almeida.

Pacto Global

Lançado em 2000 pelo então secretário-geral das Nações Unidas, Kofi Annan, o Pacto Global é, hoje, a maior iniciativa de sustentabilidade corporativa do mundo, com mais de 14 mil membros em quase 80 redes locais, que abrangem 160 países. A iniciativa consiste em uma chamada para as empresas alinharem suas estratégias e operações a dez princípios universais nas áreas de Direitos Humanos, Trabalho, Meio Ambiente e Anticorrupção, e desenvolverem ações que contribuam para o enfrentamento dos desafios da sociedade.

Quem integra o Pacto Global também assume a responsabilidade de contribuir para o alcance da agenda global de sustentabilidade. Em 2015, os 193 países-membros das Nações Unidas aprovaram, por consenso, a Agenda 2030, que tem como principal pilar os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, os ODS. Trata-se de um plano de ação de 2015 a 2030.

Sobre Equipe JFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *