Jornal Folha da Cidade 283
Acesse Nossa
Edição Online
Clique na capa para abrir
Ínicio / Notícias / Lissauer destaca safra histórica de milho em Goiás e reforça produtividade do Sudoeste Goiano

Lissauer destaca safra histórica de milho em Goiás e reforça produtividade do Sudoeste Goiano

Ressaltando a força da produção rural no estado, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) comemorou o resultado divulgado pelo IBGE no início deste mês e destacou a alta capacidade produtiva do Sudoeste goiano, região por ele representada no Poder Legislativo
De acordo com dados da Produção Agrícola Municipal divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no último dia 1º, o estado de Goiás registrou a maior produção de milho de sua história em 2019 com quase 12 milhões de toneladas colhidas, representando um incremento de 33% sobre a safra de 2018. O levantamento também apontou a cidade de Rio Verde como o segundo maior produtor do grão no País, com uma produção de 2,3 milhões de toneladas, atrás apenas de Sorriso, no Mato Grosso, e Jataí na quarta colocação com mais de 1,605 milhão de toneladas colhidas no ano passado. Representante do município e defensor do agronegócio no Poder Legislativo, o presidente da Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), Lissauer Vieira (PSB), comemorou o resultado que, segundo ele, coloca, novamente, a produção agrícola goiana em destaque no cenário nacional.
“Mais uma vez o nosso estado conquista uma posição extremamente importante que comprova a potência da nossa produção rural. Em maio deste ano, Goiás passou a ser o terceiro maior produtor de grãos do país e dia após dia vem ampliando sua capacidade produtiva, o que tem contribuído para esses resultados cada vez mais positivos. Exemplo disso é Rio Verde e Jataí, que graças à força, determinação e os constantes investimentos dos nossos produtores rurais, se tornaram o segundo e o quarto maiores produtores de milho do Brasil. Não tenho dúvidas de que continuaremos nesse ritmo, expandindo a nossa produção, investindo na qualidade dos nossos produtos e alcançando, assim, patamares ainda maiores”, ressaltou Lissauer Vieira.
Além desse resultado da Produção Agrícola Municipal, outra pesquisa recente também apontou a liderança do estado na produção rural. Se trata do 12º Levantamento de Grãos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) divulgada no último mês de setembro e que apontou que Goiás teve recorde na produção de grãos para a safra 2019/2020 com 27,5 milhões de toneladas produzidas, um aumento de 8,9% sobre a safra 2018/2019. Segundo a Conab, o resultado se deve ao aumento da área plantada e da capacidade produtiva. Em Goiás, a área plantada foi de 6,07 milhões de hectares (aumento de 7,2% sobre a safra anterior) e a produtividade média de 4.535 quilos por hectare (aumento de 1,5%). Já no País, a área plantada cresceu 4,2% (65,91 milhões de hectares) e a produtividade média, 0,3% (3.912 quilos por hectare).
Outras culturas
Goiás também ganhou destaque em 2019 na produção de outras culturas. Entre elas, sorgo, tomate, soja e girassol. Com relação ao sorgo, Rio Verde e Paraúna ficam em primeiro lugar no ranking dos maiores produtores. No cultivo do tomate, os municípios de Cristalina e Morrinhos se destacam entre os que mais produzem no país. Já na produção da soja, Jataí e Rio Verde continuam entre os maiores produtores do grão do Brasil e no plantio do girassol o estado registrou no ano passado a sua maior produção de série histórica.
Frutas
De acordo com o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola 2020 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a fruticultura goiana registrou produção de 204,3 mil toneladas de banana, 138,6 mil toneladas de laranja e 1.983 toneladas de uva. Apesar da produção de frutas em Goiás ainda ser pequena no comparativo a outros estados, o governo estadual vem investindo na abertura de novos polos de produção, como o de Fruticultura Irrigada no Nordeste do Estado, em implantação por meio da parceria entre o Governo de Goiás e a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

Sobre Equipe JFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *