Folha da Cidade 281
Acesse Nossa
Edição Online
Clique na capa para abrir
Ínicio / Notícias / Economia / Parceria com GarantiGoiás facilita acesso ao crédito para pequenos empresários

Parceria com GarantiGoiás facilita acesso ao crédito para pequenos empresários

Convênio firmado por meio da GoiásFomento assegura garantias necessárias e desburocratiza acesso a empréstimos. Operações para setor produtivo rural terão prioridade, com valores que variam de R$ 5 mil a R$ 160 mil

O governador Ronaldo Caiado assinou, na manhã de terça-feira, dia 18, termo de convênio para prestação de garantia complementar nos contratos de financiamento de clientes da Agência de Fomento de Goiás (GoiásFomento). É mais uma ação que visa desburocratizar o acesso ao crédito para pequenos e microempresários em todo o Estado, e que foi viabilizada por meio de parceria entre o Governo e a Associação de Garantia de Crédito de Goiás (GarantiGoiás). O modelo é semelhante ao Fundo de Aval das Micro e Pequenas Empresas (Fampe), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). “O objetivo é aglutinar esforços das entidades para superar essa crise econômica. Vamos dar exemplo para o Brasil”, afirmou Caiado.
Ao dar início à reunião por videoconferência, o governador destacou que considera a facilitação do acesso ao crédito “o braço mais importante da Secretaria da Retomada”, pois dá condições a pequenos e microempresários, além de pessoas físicas que têm negócios, de atravessarem esse período difícil para não ter de fechar as portas. “Essas pessoas não serão excluídas da atividade econômica do Estado, que tem mostrado uma capacidade enorme de buscar alternativas. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Goiás foi a maior produção estadual no mês de junho no País, nos dando maior expectativa de crescer nos próximos meses”, citou Caiado.
O governador sublinhou que o convênio contribuirá com o aumento de indústrias instaladas no Estado e, consequentemente, elevará a produção nos mais diversos setores. Fechando seu pronunciamento, ele recordou os números positivos já alcançados em Goiás, mesmo com a pandemia da Covid-19. “É o setor rural que atende a uma demanda acima da expectativa, é o setor da mineração que avança. São áreas fundamentais para a economia goiana, que darão alicerce para voltarmos à rotina”. Ao reafirmar seu compromisso com uma gestão republicana, transparente e com espírito público, Caiado agradeceu ao empenho das entidades. “Cada um aqui, neste momento, não defende o seu setor, mas defende o Estado de Goiás”, frisou.
O presidente da GoiásFomento, Rivael Aguiar, ressaltou que a parceria é fruto de um trabalho conjunto, feito a várias mãos. “É um convênio no qual a sociedade garantidora de crédito oferecerá aval para os clientes que buscam a Agência de Fomento, e não possuem um avalista ou uma garantia real para oferecer”, explicou. Segundo Rivael, essa burocracia e a negativação são as duas principais questões que prejudicam o acesso aos empréstimos.
Apesar do acesso ser disponibilizado a todos os setores econômicos, as operações do crédito produtivo rural terão prioridade, com valores que variam de R$ 5 mil a R$ 160 mil por associado. Em relação a microempreendedores individuais, a linha máxima será de R$ 24 mil; para a microempresa, até R$ 56 mil; e para a pequena e a média empresas, de até R$ 80 mil. Em todas essas situações o aval cobre 80% do total do empréstimo, da mesma forma como opera o Fampe.
As garantidoras são um instrumento importante para as operações de crédito voltadas às micro e pequenas empresas em todo o mundo. Para a implantação do sistema em Goiás, o Sebrae Nacional aportou, inicialmente, R$ 1,5 milhão na GarantiGoiás. Outros R$ 1,5 milhão foram aportados por três cooperativas de crédito. “Hoje várias cooperativas de crédito já firmam convênio conosco. Isso demonstra a confiança na nossa diretoria”, defendeu o presidente da GarantiGoiás, Pedro Alves de Oliveira. Para ele, a prioridade, neste momento, é a geração de emprego, com estímulo ao consumo e ativação do comércio. “Isso vai demandar as indústrias e criar postos de trabalho. Teremos uma corrente positiva”, afirmou.
Geração de emprego
À frente da Secretaria da Retomada, César Moura também destacou a importância do convênio para a injeção de dinheiro na economia do Estado, principalmente neste momento de crise. “A gente reconhece que a GoiásFomento é a única capaz de atender aos pequenos [empresários] neste momento e hoje estamos dando mais uma força para sanar as dificuldades dos microempreendedores”, reforçou ao anunciar que o Estado também estuda mecanismos para amenizar a questão das negativações.
O secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços (SIC), Adonídio Neto, considerou esta parceria com a sociedade civil, consolidada hoje, um momento muito significativo do Governo de Goiás. “Está no plano de governo de Ronaldo Caiado e vemos concretizar. Tem uma frase da primeira-dama, Gracinha, que diz que o Estado não pode tudo, mas juntos podemos muito. Vamos ver o crédito chegar ao microempreendedor.” Para isto, comentou o secretário, “é importante dar as mãos para salvarmos a nossa sociedade, a economia local e o pequeno empresário, que é justamente quem gera a maioria dos empregos em Goiás, um Estado que vem sabendo lidar com a crise econômica mundial”, pontuou.
Secretário de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), Antônio Carlos de Souza Lima Neto enalteceu a parceria e frisou que o setor produtivo rural a recepciona muito bem. “Estamos empenhados na retomada econômica de Goiás e, sem dúvida, o crédito passa pela essência desta operação”, disse. Ele citou ações similares, como o Produtor Empreendedor, também em parceria com a GoiásFomento, SIC e a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural, e Pesquisa Agropecuária (Emater). “Caminhamos juntos e promovemos o fortalecimento do setor. Temos agora a expectativa de que poderemos ampliar esse trabalho no campo, nos 246 municípios, em assentamentos rurais, para produtores que, muitas vezes, estão longe das instituições financeiras, mas que requerem o braço de apoio do Estado”, pontuou.
Representando as cooperativas, o presidente do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás/Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado de Goiás (OCB/Sescoop), Luís Alberto Pereira afirmou que o cooperativismo acredita no projeto da GarantiGoiás. “O cooperativismo está muito integrado e confiante. Com a GoiásFomento, esse projeto ganhará uma envergadura maior e poderá atender a mais micro e pequenos empresários. Vai democratizar o crédito, que é o que estamos precisando”, projetou.
Fampe
Em abril último, a GoiásFomento assinou convênio com o Sebrae Goiás e passou a operar Fampe, por meio do qual a Agência de Fomento pode realizar até R$ 36 milhões em operações de crédito. “Temos feito todos os trabalhos para facilitar esse crédito, que existe em abundância. O Sebrae não tem poupado esforços para minimizar o sofrimento dos pequenos negócios”, salientou o diretor-técnico do Sebrae Goiás, Wanderson Portugal.
Atendimento
O atendimento aos clientes da GoiásFomento é realizado, neste período de pandemia de Covid-19, pelo telefone (62) 3216-4900, no horário das 9h às 17h, de segunda a sexta-feira; ou pelo e-mail atendimento@goiasfomento.com. Mais informações podem ser verificadas no site www.goiasfomento.com. O cliente pode ainda acessar os serviços pela GarantiGoiás, por meio do endereço www.garantigoias.com.br .
Também participaram da videoconferência o vice-governador Lincoln Tejota; os secretários de Estado Adriano da Rocha Lima (Governadoria), Rafael Rahif (Esporte e Lazer); o vice-presidente da GarantiGoiás, Adair Ribeiro; o diretor executivo Ivo Carlos Zecchin; presidente da Junta Comercial do Estado de Goiás, Euclides Barbo; o diretor administrativo e financeiro da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG), Wellington Matos; e o gestor do Projeto de Apoio às Sociedades Garantidoras de Crédito no Sebrae Nacional, João Silvério; além de servidores da GoiásFomento.

Fotos: Vinicius Schmidt, Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Sobre Equipe JFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *