Jornal Folha da Cidade – Edição 271
Acesse Nossa
Edição Online
Clique na capa para abrir
Ínicio / Notícias / Cidade / A saudade marca o Dia de Finados

A saudade marca o Dia de Finados

Desde o século V, os cristãos católicos começaram a dedicar um dia do ano para rezar por todos os mortos. A celebração de missa pelos mortos foi confirmada, no século VII, por Santo Isidoro de Sevilha. O dia de Finados permite aos descendentes lembrarem-se de seus ascendentes. Ninguém é filho do nada. Todos tiveram pais, avós, bisavós e parentes. Eles nos antecederam e tornaram nossa existência possível. Finados é o mais universal dos feriados. É mais celebrado que o dia internacional do trabalho. 

O dia de Finados é celebrado dia 2 de novembro pelos católicos, logo após o dia de Todos os Santos. Milhares de pessoas vão aos cemitérios homenagear seus mortos. Limpam sepulturas, fazem orações, levam flores, encontram familiares, conversam e participam das celebrações religiosas. 

Em Rio Verde os cemitérios ficaram lotados e milhares de pessoas participaram das missas celebradas de manhã e à tarde nos dois cemitérios da cidade. As velas acesas recordam a luz dos falecidos que não se apagou. A luz de seus bons exemplos que ainda ilumina a vida das pessoas. E as flores simbolizam a esperança da ressurreição. Plantados como sementes, regados com as lágrimas, para os católicos, os finados florirão no jardim do Senhor. 

Sobre Equipe JFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *