Jornal Folha da Cidade – Edição 271
Acesse Nossa
Edição Online
Clique na capa para abrir
Ínicio / Notícias / Cultura / Governo de Goiás pode realizar censo inédito sobre número de autistas no Estado

Governo de Goiás pode realizar censo inédito sobre número de autistas no Estado

Assunto foi abordado durante lançamento do site do projeto TEAmamos. Idealizadoras do movimento e superintendente da Infância e Juventude do Estado devem se reunir nos próximos dias

O projeto de transformação social TEAmamos, criado com o propósito de acolher as famílias que convivem com a realidade do Transtorno do Espectro do Autista (TEA), ganhou uma aliada de peso no sábado, dia 19. Durante o lançamento do site do movimento (www.teamamos.com.br), a superintendente estadual da Infância e Juventude, Thaís Moraes – que representava no evento o governador Ronaldo Caiado, a primeira-dama Gracinha Caiado e a secretária de Desenvolvimento Social, Lúcia Vânia – afirmou que está aberta a se reunir com as idealizadoras do projeto para discutir a realização de um censo que quantifique o número de pessoas com autismo que vivem no Estado. 

“O Governo do Estado reitera, aqui, o compromisso para a promoção de políticas públicas efetivas que estimulem o debate da inclusão. Sendo assim, estou à disposição, enquanto superintendente da Infância e Juventude, para que possamos dar um start neste mapeamento”, destacou Thaís Moraes, ao ressaltar que o Estado conta com um instrumento de peso para realizar a pesquisa – o Instituto Mauro Borges (IMB). 

A necessidade de realização do censo foi levantada, durante o evento, pela jornalista Carla Lacerda. De acordo com ela, que é mãe de um menino autista de 6 anos, o mapeamento é importante porque fornece elementos sólidos para a elaboração de políticas de acordo com a necessidade do público-alvo. “Não há, no Brasil, nenhum estudo científico (apenas estimativas) que mostre quantas pessoas com TEA vivem no País. Nós sabemos que somos muitos. E esse número não para de crescer. A partir do momento em que o Estado tem esse dado em mãos, pode direcionar as iniciativas de inclusão de forma mais assertiva em diversas áreas”, defendeu a jornalista. 

O lançamento do site também marcou um ano do projeto, que reúne ainda a administradora de empresas Amanda Ferro, mãe de um menino autista de 4 anos; a psicóloga Gabriela Ribeiro e a educadora física e psicomotricista Viviane Braga. “O TEAmamos nasceu com o propósito de acolher, de amar, de ser ombro de todos aqueles que convivem com o diagnóstico do TEA”, pontuou Amanda. 

A psicóloga Gabriela Ribeiro concorda que é delicado o momento em que a família recebe essa notícia do médico. “Por isso, é tão importante uma rede de apoio. Se os pais e familiares mais próximos estiverem bem emocionalmente, a chance de desenvolvimento da criança nas terapias é muito maior”, avaliou. 

Em toda a trajetória profissional da psicomotricista Viviane Braga, uma frase nunca lhe saiu da cabeça. “Nada sobre eles (autistas), sem a presença deles”. Por isso mesmo, o evento foi recheado de atrações mais do que especiais. Viviane entrevistou, ao vivo, o jovem Álvaro Oiano, de 21 anos, considerado autista leve. “A coisa que mais me incomoda é o fato das pessoas não se conscientizarem sobre o que é o autismo e nos julgarem como se fôssemos agressivos e não carinhosos”, confidenciou o jovem. “Entender o jeito de cada um, entender que o autismo é um espectro pode facilitar a inclusão”, complementou. Durante a programação, foram realizadas outras apresentações culturais de crianças e jovens com autismo, dos mais variados graus – de leves a severos. 

Site

Na plataforma virtual do Teamamos, o usuário poderá contar com seções para saber os profissionais que atuam na área em todo o Brasil, além de ficar por dento de notícias sobre o tema que tenham credibilidade. Tudo passará por um crivo do grupo. Crônicas de pais e artigos especializados nas mais diversas áreas – como Medicina, Fonoaudiologia, Psicologia, Terapia Ocupacional, Educação Física, entre outros – também estarão disponíveis. O projeto de acolhimento às famílias autistas faz parte das atividades do Instituto Total, criado com o objetivo de comprometer empresas, instituições e pessoas físicas com a transformação da sociedade. 

Além da representante do governador Ronaldo Caiado, superintendente Thaís Moraes, também prestigiaram a reunião a presidente da Comissão de Inclusão e Deficiência do Instituto Brasileiro de Direito da Família (IBDFAM), Denise Gondim de Mendonça; o presidente executivo do Instituto Total, Cleneilton Araújo Borges; a advogada Maíra Botelho, membro da Comissão de Defesa dos Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB-GO; além de integrantes da Associação de Familiares e Amigos do Autismo de Goiás (Afaag); do Núcleo de Apoio e Inclusão do Autista (Naia); médicos, psicólogos, fonoaudiólogos, jornalistas e sociedade civil de um modo geral.

Fotos: Lethycia Faria/Secom – Governo de Goiás 

Sobre Equipe JFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *