Jornal Folha da Cidade – Edição 271
Acesse Nossa
Edição Online
Clique na capa para abrir
Ínicio / Artigos / Professor Laudelino Nogueira, uma aula sobre Rio Verde

Professor Laudelino Nogueira, uma aula sobre Rio Verde

A sua vida daria um livro, mas tentei resumir um pouco de suas atividades. Laudelino Nogueira Guimarães Júnior, nascido no dia 28 de dezembro de 1966, filho de Laudelino Nogueira Guimarães e Carolina Bonifácio Guimarães. Ele tem os irmãos Mucio, Isaac (in memorian), Márcio, Francisco Carlos, Laura, Kátia, Melania, todos assinando Bonifácio Guimarães. Teve uma infância pobre, porém, feliz. Fez dos livros seus melhores amigos. É o atual Diretor Municipal de Turismo. Formado em Direito na primeira turma, mas não exerceu sua profissão. Fez da sala de aula o seu campo de trabalho. Casado com Luciane Carvalho de Castro Guimarães, tem os filhos, Laudelino Nogueira Guimarães Netto e Pedro Lucas Carvalho Guimarães. É tio da elegante e médica dos cabelos longos Karina Guimarães. Professor do Ensino Médio de História do Brasil, Sociologia, Filosofia e Atualidades. Lecionou no Colégio do Sol, Quasar, Colégio DNA, Colégio Objetivo, com muito talento e boa didática. Foi professor do Colégio Albert Einstein, ministrando a disciplina de Língua Portuguesa. Foi mestre de Geografia na Coopen e professor de História no Colégio Vinícius de Moraes. Foi professor no Ensino Médio na Sociedade Educacional de Rio Verde. Fala com orgulho que estudou na Escola Eugênio Jardim, chegando à Fesurv, atual UNIRV. É graduado e pós-graduado em História. Também é pós-graduado em Direito Público. Homem educado, participou de vários congressos, conferências, seminários, fóruns e cursos de extensão. A sua vida está ligada à educação e foi chamado pelo prefeito Paulo do Vale para ser diretor de Turismo, já que é ligado à cultura e o meio ambiente. Foi membro do Centro Rioverdense dos Amigos da Cultura junto aos saudosos estudiosos, Doutor Checo, professor Claudino Collet, doutor José Póvoa Mendes que no período de 1985 a 1987 fizeram uma verdadeira revolução cultural em Rio Verde. 

Torcedor do Flamengo e jogou muita bola na quadra do Hospital Evangélico junto com seu irmão Márcio e outros peladeiros como Vicentinho (filho do doutor Vicente Guerra), Valdomiro Neto, Maksuel de Castro, João Álvares, Frei, Adriano Pinkowiski e os irmãos Eugênio e Alberto. Assistiu muito de faroeste e Tarzan no Cine Bagdad. Membro de uma família humilde e trabalhadora. Filiado ao MDB desde 1985, também foi diretor de patrimônio do Esporte Clube Rio Verde. Coordenou as campanhas vitoriosas dos vereadores Márcio Bonifácio (1993 a 1996), Elias Terra (2013 a 2016) e Lucivaldo Tavares Medeiros (2017 a 2020). Foi um dos coordenadores das campanhas do MDB (Movimento Democrático Brasileiro) nos anos de 1988 e 1992. Culto, atleta, ecológico e pensador são adjetivos para definir o professor Laudelino Nogueira Guimarães. Diploma de Honra ao Mérito pela destacada participação no Primeiro Encontro Jurídico de Rio Verde, em 1988, como colaborador e um dos organizadores do Encontro. É membro da Primeira Igreja Presbiteriana de Rio Verde desde 1998. 

Atuou como comentarista político nas rádios Cidade FM, 96 FM e Rádio Líder FM. Participa como comentarista do programa É Agora, da TV Rio Verde, Canal 3. É vice-presidente da Associação Pegadas no Cerrado, do Conselho Municipal de Cultura de Rio Verde e do Conselho Municipal de Turismo de Rio Verde. Escreveu artigos para vários jornais de Rio Verde, mostrando seu conhecimento e coragem de se expressar. Entre os amigos, cita Lúcia Caetano, Tereza Barros, João Venâncio Soares, Bruno Quintilhano, Osvaldo Lima Conceição, Vera Lúcia Coelho Alves, Eloina Lima, vereador Lucivaldo Medeiros, Isaac Pires Cabral, doutor Alberto Guerra de Morais, doutor Nelson Santos Leão e o prefeito Paulo Faria do Vale. Um homem de seu tempo, que diz ser a educação o maior tesouro de um filho. Ecológico, defende nossas nascentes e cachoeiras. Assim é um pouco da vida do professor Laudelino Nogueira, um corajoso defensor da natureza e do bom destino do homem. Foi presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, nomeado pelo Decreto 1.1335/95 no período de 16 de outubro de 1995 a primeiro de abril de 1996. Foi diretor da Biblioteca da Fesurv nos anos de 1986 e 1987. Fez de tudo um pouco na cultura, esporte, educação, turismo, semeando amor, talento, coragem, transparência, sabedoria, esforço, civismo, boa vontade. E agora, pelo seu trabalho e história, é homenageado como Gente em Destak. De fato um país se faz com homens e livros. Os livros que podem contar toda a história do professor Laudelino Nogueira Guimarães. 

Sobre Equipe JFC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *