Home / Notícias / Educação / UniRV discute diversidade e inclusão social na sociedade

UniRV discute diversidade e inclusão social na sociedade

A Pró-Reitoria de Extensão e Cultura (Proext), por meio das Faculdades de Enfermagem e Medicina Veterinária da Universidade de Rio Verde – UniRV, promoveu nesta quarta-feira, 21, no auditório do Bloco Administrativo, a primeira edição do evento “UniRV Diversidade”, sob coordenação dos professores Me. Elton Brás Camargo Júnior e Ma. Mariana Paz Rodrigues Martins.

A ação visou proporcionar uma mudança cultural pautada nos direitos humanos e, consequentemente, no respeito às diferenças e às minorias de forma a prevenir e combater violências e preconceitos, com a presença de acadêmicos, docentes e representantes de movimentos sociais do município. Participaram como palestrantes os professores Esp. Ricardo Padilha (diretor das Faculdades de Design), Ma. Vanessa Avelino Xavier de Camargo, Laureane Marília Lima Costa e Me. Bruno de Oliveira Ribeiro. Após as palestras, uma roda de conversa sobre diversidade e inclusão social na sociedade abriu espaço para a participação do público.

De acordo com o diretor da Faculdade de Enfermagem, professor Me. Elton Brás Camargo Júnior, o “UniRV Diversidade” tem como objetivo desenvolver ações que estimulem a igualdade, a solidariedade, a promoção e o respeito aos direitos humanos, por meio da participação de representantes de movimentos sociais indígenas, negros, mulheres, LGBTQ, pessoas com deficiência e imigrantes, a fim de promover uma mudança cultural pautada nos direitos humanos e, consequentemente, no respeito às diferenças e às minorias de forma a prevenir e combater violências e preconceitos.

Durante sua fala, a professora Ma. Vanessa Avelino Xavier de Camargo ponderou sobre equidade de gênero e lembrou a importância da realização do evento que discute a diversidade e a inclusão social: “É muito importante a UniRV ter essa iniciativa, discutir porquê e como fazer, para que no mercado de trabalho e dentro da Universidade, as pessoas tenham as mesmas oportunidades”, comentou.

Ana Caroline, discente da Faculdade de Medicina, aproveitou a roda de conversa para citar a relevância do evento, que abriu espaço para discutir a questão de classe, de gênero e de cor dentro da Instituição, e compartilhou a diferença de oportunidades para quem tem condições financeiras e cor branca se comparada a alguém da cor negra e de classe baixa perante a sociedade.

About admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *