Home / Notícias / Economia / Pesquisa é foco de Workshop da COMIGO

Pesquisa é foco de Workshop da COMIGO

Apresentar os resultados de pesquisas desenvolvidas durante o ano e debater temas em evidência na agricultura nacional. Este foi o objetivo do 17º Workshop CTC – Agricultura, realizado nos dias 29, 30 e 31 de agosto, em Montes Claros, Paraúna e Rio Verde (GO).
De acordo com o superintendente da COMIGO, Carlos Alberto Leão Barros, a iniciativa tem como objetivo difundir a tecnologia voltada ao produtor rural. Além disso, neste ano “expandimos o evento para outras regiões como Montes Claros, Paraúna e região”.
A participação dos jovens na atividade produtiva foi destacada pelo vice-presidente de operações, Aguilar Ferreira Mota durante o evento. “Aproveitando a presença de vocês [jovens] aqui, peço que não se desmotivem do processo eleitoral e participem de forma consciente para que possamos mudar o país, destacando a importância do voto, principalmente para deputado estadual”, disse.
Em seguida, o desenvolvimento de pesquisas voltadas ao agropecuarista foi destacado pelo gerente de pesquisa e desenvolvimento do CTC, Antônio Furtini. “Realizamos estudos voltados ao incremento da produtividade 365 dias do ano e contamos ainda com um anuário para a divulgação dos resultados”, diz.
RESULTADOS
Todas as apresentações são baseadas em resultados comprovados, através de experimentos realizados por mestres e doutores específicos do setor agrícola do Centro Tecnológico COMIGO (CTC), com a participação de universidades, instituições de pesquisa e empresas parceiras. Os dados compõem o Anuário CTC, que traz artigos técnicos e científicos demonstrando os resultados.
Com a participação de produtores rurais e técnicos, o evento contou com as palestras: “Formação de Pastagens”, com o prof. Adilson Aguiar (Faculdades Associadas de Uberaba); “Plantas de cobertura e produtividade agrícola”, com prof. Dr. Renato Lara (IF Goiano – Campus Iporá); “Seletividade de herbicidas”, pesquisador Dr. Dieimisson Paulo Almeida (Centro Tecnológico COMIGO), “Calagem superficial no plantio direto”, com o pesquisador Dr. Antônio Eduardo Furtini Neto (Centro Tecnológico COMIGO) e “Pragas Problema: percevejo castanho da soja”, com o Dr. Diego Tolentino
A produção de palhada com plantas de cobertura foi destaque na palestra do pesquisador Renato Lara, o qual destacou como elas podem influenciar na manutenção de umidade do solo, na descompactação e na ciclagem de nutrientes, proporcionando assim uma melhoria química, física e biológica do solo.
Já o pesquisador do CTC, Dieimisson Almeida, pontuou como a seletividade de herbicidas em pré-emergência na cultura da braquiária auxilia no controle de plantas daninhas de folha estreita.
Seguindo as temáticas, a pesquisadora do CTC, Simone Brand, apresentou estudos relacionados ao manejo de nematoide com identificação de espécies com maior potencial de dano na região. Além disso, destacou a importância de uma amostragem de solo adequada, pois tem elevado impacto na tomada de decisão para o manejo (químico, biológico e genético).
Diego Tolentinto, também pesquisador do CTC, pontou a importância de duas pragas na cultura da soja: o percevejo castanho e marrom, os quais podem causar significativas perdas na produtividade, afetando ainda a qualidade das sementes e no nível de óleo extraído das oleaginosas.
Já a viabilidade do uso do calcário aplicado na superfície em áreas de plantio direto foi destacada pelo também pesquisador do CTC, Antonio Furtini. Para ele, é importante analisar a fertilidade do solo que recebe duas culturas diferentes durante o ano – como o milho e a soja. O ponto chave, destaca ele, é a necessidade de um bom manejo do perfil do solo antes da aplicação de calcário.
Durante o Workshop, os participantes tiraram dúvidas sobre os assuntos abordados diretamente com os palestrantes e também questionaram resultados presentes no Anuário. Fonte: site Comigo

 

 

About admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *